3ª Oktoberfest de São Paulo troca sambódromo por Jockey Club

Sandro Macedo

Chega de samba. Depois de dois anos com edições no Sambódromo do Anhembi, a maior Oktoberfest da capital paulista ganha novo endereço em 2019: o Jockey Club.

E por aqui a festa tem seu pontapé inaugural antes mesmo da de Munique. Enquanto os alemães começam a virar o caneco só no sábado (21), os cervejeiros de São Paulo podem iniciar os trabalhos um dia antes, nesta sexta (20) —o evento se estende até 6 de outubro.

Em muitos cantos do mundo, a festa está ligada a esbórnia, porres homéricos e uma jeitão de micareta. Em São Paulo, desde o primeiro ano, prega-se uma festa família, incluindo atrações para o público infantil. A estimativa da organização é para um público total de 80 mil pessoas.

O fato é que por aqui o evento ainda não emplacou como os organizadores gostariam. Se quiser encontrar um paulista durante uma Oktoberfest, vá para Blumenau, a principal festa do gênero no país. Mesmo em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, a Oktober costuma receber perto de 500 mil pessoas.

Mas se a casa é nova, a cerveja é a mesma. Pelo segundo ano, a Eisenbahn (SC), que agora pertence ao portfólio da Heineiken, é o rótulo principal da festa e traz dois estilos especialmente para o evento: a Oktoberfest e uma session IPA, vencedora de um reality televisivo. Além delas, tradicionais da marca, como pilsen, weizenbier e pale ale, estão elencadas. Baden Baden, do mesmo grupo, e algumas artesanais (não divulgadas) devem completar o evento na parte cervejeira.

Bebidas à parte, a Oktoberfest também oferece amplo cardápio gastronômico com inspiração alemã e shows variados: o primeiro fim de semana tem Paralamas do Sucesso (sexta), Kiko Zambianchi (sábado) e Diogo Nogueira (domingo).

Se a ideia é beber além do que o bafômetro autoriza, procure um transporte público. A SPTrans implementou uma linha especial para o evento, a 879A-10 (Terminal de Pinheiros – Jockey). Se a ideia é ir de metrô, a estação mais próxima é a Butantã (linha 4, amarela), a 700 metros do Jockey.

Jockey Club – Av. Lineu de Paula Machado, 1.263, Cidade Jardim, região oeste. Sex. (20): 17h às 24h (ingressos esgotados). Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 22h. Ingr.: R$ 210 (R$ 110 se levar um quilo de alimento não perecível) ou no site ingresse.com

Três anos de Lira

Não é só a Oktoberfest que chega à sua terceira primavera. O bar Lira, no centro de São Paulo, também completa três aninhos. Para celebrar, a casa oferece chope em dobro neste sábado (21) para quatro estilos: lagar, IPA, APA e strong pale ale. Também vai ter chorinho, mas não no copo, só na atração musical, a partir das 18h.

R. Marquês de Itu, 1.039, Vila Buarque. Ter. a sex.: 17h às 23h. Sáb.: 14h às 23h. Dom.: 16 às 22h.